11281471_1131292110230540_707450048_o.jp

RESIDÊNCIAS REGENERATIVAS

chamada aberta para estadias de janeiro à fevereiro de 2021

Experiência de ecovila e comunidade

Acompanhando o movimento de introspecção da humanidade, o Espaço Lua Branca nos últimos meses entrou em hibernação. O período da pandemia foi, e ainda está sendo, muito importante para que o propósito do Lua Branca se ajustasse às novas demandas planetárias e continuasse atuando como um centro de emissão e recepção de conhecimento, paz, alegria e amor. 

 

Vimos desde 2014 realizando retiros, residências artísticas, cursos e vivências, tendo a arte, a ecologia holística e a espiritualidade como os pilares fundamentais do nosso trabalho. A dança, a música e outras manifestações artísticas deram o tom do lugar, enquanto a natureza abundante do Gamarra se encarregou prontamente em curar e embelezar a vida daqueles que aqui chegam. 

 

Os projetos de educação ganham cada vez mais espaço dentro do universo de saberes e experiências que o Lua Branca e seus colaboradores movimentam. A metodologia Dragon Dreaming organiza, a Ecologia Profunda inspira e a Psicossíntese sintoniza as ações do Espaço. Carol Pedalino, guardiã da Lua Branca ampliou suas parcerias com colaboradores pelo mundo e atua dedicadamente dentro de sua comunidade, o Céu do Gamarra. Também vem expandindo as parcerias com núcleos comunitários do Vale do Gamarra pensando globalmente e atuando localmente. 


 

Chamado dos Novos Tempos 

 

Com a chegada da primavera, o Lua Branca surgiu com uma nova proposta para quem busca o autoconhecimento e conexão profunda com a natureza. Lançamos uma convocatória aberta para aqueles que estão sentindo o chamado da terra, do desenvolvimento pessoal, da partilha comunitária. 

 

Convidamos pessoas para habitar o Espaço Lua Branca por um período transitório, participando ativamente da grande virada planetária que está em curso. Queremos vivenciar as trocas de saberes, os estudos comunitários, o cuidado com a terra; honrar o conhecimento ancestral e se valer das novas tecnologias sustentáveis.

 

Por que habitar o Lua Branca

 

O período de isolamento nas cidades está sendo desgastante para muitas pessoas e a necessidade de estar em contato com a natureza, ter práticas restaurativas e conviver com outras pessoas, tem uma função vital neste momento. Além disso, é importante que estejamos com a mente, o corpo e o espírito preparados para o novo mundo que se apresenta, aprendendo modos de vida mais sustentáveis, desenvolvendo a criatividade e trabalhando estados de resiliência, compaixão e paz. 

 

Nossa proposta é direcionada também às pessoas que desejam viver no campo, em uma comunidade ou ecovila, e que buscam uma experiência prévia antes de se lançar em um projeto permanente. 

 

 

Os eixos temáticos do Espaço Lua Branca são:

 

Arte | Permacultura | Educação | Economia Colaborativa.


 

Os eixos temáticos norteiam as possibilidades de práticas a serem realizadas durante o Residências Regenerativas. A Arte inspira a sensibilidade, a alegria, a criatividade e o pensamento crítico; a Permacultura traz uma visão holística sobre a noção de sustentabilidade; a Educação ancora o presente e olha para o futuro de um mundo melhor; a Economia Colaborativa lança uma nova visão sobre o paradigma do dinheiro e o que está em torno dele. Manifestamos um ambiente de criatividade e colaboração, onde os residentes chegam com generosidade para partilhar seus saberes e abertura para receber novos conhecimentos. 



 

Dinâmicas e acordos

 

Para que uma comunidade exista, acordos, práticas e celebrações são necessárias. Com os anos de experiência vivendo em comunidade intencional, nós do Espaço Lua Branca temos ferramentas que ajudam a harmonizar as tarefas, organizar os projetos e alegrar o convívio. Práticas corporais, Dragon Dreaming, Fórum, meditação e celebrações são algumas destas ferramentas. As práticas só poderão de fato ser estabelecidas com o desejo e as propostas oferecidas pelos residentes. Momentos de alinhamento e avaliação semanais são importantes para que todos se sintam contemplados pelas propostas que o grupo está movimentando. Também é importante o respeito pelo espaço individual de cada um, os momentos de silêncio e solitude. 

 

Os residentes se dispõem a colaborar com pelo menos três atividades semanais para o Espaço Lua Branca, que pode incluir cuidados com a horta, mutirões diversos e/ou algo relacionado aos seus próprios saberes. Estas práticas podem estar, por exemplo, dentro da educação, arte, fotografia e vídeo, corpo e terapias, tecnologias ecológicas, programação e serviços de internet, entre outros. 

 

Todos participam da limpeza, harmonização do espaço e preparo dos alimentos. As tarefas podem ser divididas segundo os acordos do grupo e as habilidades de cada residente. Não aceitamos animais domésticos. 



 

Segurança contra o Covid 19

 

Neste momento que ainda precisamos ser cautelosos com a transmissão do coronavírus, pedimos um período maior de isolamento anterior a vinda de cada membro participante, e monitoramento prévio de temperatura. Durante a estadia acordada, o compromisso com o Espaço será de ficar em isolamento no Vale do Gamarra, para mantermos nossa comunidade em segurança. 

Contexto

 

O Espaço Lua Branca está situado no Céu do Gamarra, um local que começou com uma igreja do Santo Daime há 35 anos atrás. Hoje, além da igreja, o Céu compreende a Vila de moradores, uma cozinha geral, um albergue, a casa de feitio, os olivais orgânicos, o Lagar Vikaz, os pomares e horta orgânicos, as propriedades particulares e o Vale da Lua onde está o Espaço Lua Branca. No Céu do Gamarra temos rios, cachoeiras, florestas e lindas paisagens contemplativas. Além disso, no grande Vale do Gamarra encontram-se pequenos núcleos comunitários que cada vez mais estão colaborando entre si, como na criação da Escola Nascente do Vale e na implementação do SELVA - sistema econômico local do Vale do Gamarra.

 

Estrutura Espaço Lua Branca:

 

6 chalés, cada um com banheiro privativo, cama de casal, uma de solteiro e cama auxiliar. Salão multi-uso, piscina, ofurô, duas cozinhas, pomar, horta, cachoeira e rio à 10 minutos à pé do espaço. Energia solar, banho a gás e internet. 

Custos e compromissos

O Investimento no programa RR inclui:

​​

  • Estadia em chalé individual;

  • Uso compartilhado da cozinha dos residentes;

  • internet;

  • Almoço 5x por semana com produtos orgânicos da horta e pomares;*

  • Acompanhamento dos guardiões do Espaço Lua Branca - alinhamentos e dinâmicas de grupo

  • Ritos Poéticos (práticas de corpo e sensibilização). 

* as demais refeições são preparadas pelos residentes de maneira individual ou coletiva).  

 

Como compromissos, o residente terá:

 

  • Participação em pelo menos 3 atividades semanais de trabalho colaborativo dentro da comunidade Lua Branca; (horta, mutirão, etc)

  • Participação nas tarefas de cozinha e limpeza dos espaços individuais e coletivos;

O valor da estadia por um mês está entre R$1000 e R$1500, dependendo da colaboração de trabalho que o residente pode oferecer. 

 

Além disso, é muito bem vindo:

 

  • O respeito pela diversidade;

  • A não triangulação;

  • O espírito solidário; 

  • A honestidade e gentileza.

 

 

Atividades, projetos e trabalhos do Residentes

Existem três modalidades para cada residente exercer seus dons e saberes:

1. Oferecer, doar ou trocar com outros residentes do Espaço Lua Branca 

2. Desempenhar como uma das três atividades oferecidas para o Espaço Lua Branca semanalmente. 

3. Oferecer remuneradamente para toda a comunidade local.    

 

 

Além disso, os residentes podem trabalhar remotamente, continuando seus trabalhos, desenvolvendo novos projetos individuais ou em colaboração com outros residentes. 

 

Como participar


Estamos entusiasmados em receber pessoas alinhadas com os propósitos do Espaço Lua Branca e que estejam interessadas em uma vivencia regenerativa e transformadora. Para recebermos um novo residente é necessário que o proponente entre em contato através do email espacoluabranca@gmail.com ou pelo whatsapp 35 999595421.