FESTIVAL DE AMORas

ecovila Gamarra 

Nos meses frios, pequenos arbustos são cuidados com o carinho e a atenção que somente a agricultura orgânica é capaz de oferecer para, na primavera, os campos da Ecovila Gamarra enrubescem de AMORas destinadas a se tornarem deliciosas geleias artesanais.

Buscando troca de conhecimento, amor e trabalho, a Ecovila Gamarra abre suas porteiras e te convida a participar deste festival de AMORas através do voluntariado.

Nos meses frios, pequenos arbustos são cuidados com o carinho e a atenção que somente a agricultura orgânica é capaz de oferecer para, na primavera, os campos da Ecovila Gamarra enrubescem de AMORas destinadas a se tornarem deliciosas geleias artesanais.

Buscando troca de conhecimento, amor e trabalho, a Ecovila Gamarra abre suas porteiras e te convida a participar deste festival de AMORas através do voluntariado.

 

O que é o voluntariado?

O voluntário trabalhará na colheita de amoras e/ou em outras tarefas da fazenda, aprofundando seus conhecimentos sobre a agricultura orgânica e o funcionamento de uma ecovila. Também receberá alimentação, estadia e participará das atividades comunitárias da Ecovila Gamarra, entrando em contato com tecnologias sociais e submergindo na experiência da vida no campo e em comunidade.

 

O tempo mínimo de permanência para a adesão ao programa de voluntariado é de 5 dias consecutivos, no qual o voluntário deverá integrar as atividades do Festival das AMOras trabalhando 4 horas por dia. O restante do dia é dedicado ao lazer, bastante rico no vale do Gamarra dado sua natureza exuberante e a riqueza de águas com seus rios e cachoeiras.

 

Objetivos do programa de voluntariado no Festival das AMORas

- Compartilhar os conhecimentos da agricultura orgânica, gastronomia artesanal e dia-a-dia de uma ecovila;

- Proporcionar a imersão na experiência comunitária no campo;

- Aprendizado mútuo com a troca de ideias e talentos entre voluntários e moradores da Ecovila Gamarra;

- Constituição de uma equipe eficiente para a realização do Festival das AMOras;

- Construção de vínculos e colaborações.

 

Quem é o voluntário?

O trabalho voluntário se define enquanto um trabalho espontâneo. Desta forma, o voluntário se satisfaz na integração a uma causa. O voluntariado é uma alternativa de hospedagem não só para quem quer viajar e economizar, mas também uma oportunidade de aprender e se engajar em um projeto colaborativo. No Festival das AMORas, espera-se então pessoas que se interessam na causa da agricultura orgânica e da vida comunitária, contribuindo na troca de aprendizados, dons e sonhos.

 

Ritmo diário

O trabalho voluntário consiste numa participação diária de 4 horas na colheita de amoras* no campo, feitio da geleia, ajuda na cozinha e/ou outros trabalhos da fazenda. O almoço é servido pela equipe da Ecovila e os voluntários também recebem ingredientes para o jantar, a ser preparado na cozinha do Albergue. Os ingredientes para o café da manhã e lanches deve ser trazido pelo voluntário.

A organização do espaço de hospedagem (o Albergue São Francisco) é de responsabilidade dos voluntários, devendo sua limpeza, organização dos lixos (orgânico, reciclável e não reciclável), serem cotidianamente observados, não integrando o horário do voluntariado.

Durante os momentos livres, existe a possibilidade de passeios pelos rios e cachoeiras do vale do Gamarra, pelas outros empreendimentos da Ecovila (como a plantação de oliveiras orgânicas e o Espaço Lua Branca), a participação nas atividades comunitárias (fóruns, atividades educacionais, artísticas/culturais, práticas de yoga e trabalhos espirituais) e descanso.

 

*A colheita das amoras é um serviço que demanda o trabalho sob o sol, ao ar livre. O uso de chapéus e protetor solar é bastante importante. É preciso resistência, paciência e estado de presença. Há espinhos nos arbustos, tornando necessário o uso de calças compridas, botas e blusas de manga comprida.

 

Como participar

Preencha o formulário neste link: https://goo.gl/forms/dJsjHvOn5hAqMRgz1 e aguarde nosso retorno com maiores informações.

 

Alimentação e hospedagem

A alimentação se baseia no almoço servido diariamente pela equipe da Ecovila Gamarra e por ingredientes para o jantar (ovo-lacto vegetariano). O café da manhã fica a cargo dos voluntários.

A hospedagem será oferecida pelo Albergue São Francisco de Assis, espaço composto por 3 quartos, um mezanino, banheiro amplo - com dois chuveiros a gás e dois toaletes -, cozinha equipada e um lindo jardim com espaço para fogueira, ideal para confraternizações.

Não somos radicais, porém o uso de bebidas alcoolicas não é bem recebido, e cigarros são tolerados longe dos espaços comunitários, devendo as bitucas serem sempre bem guardadas nos lixos. O respeito ao sono dos companheiros de albergue é também um requisito.

Os quartos são coletivos.

Como não há serviço de coleta na Ecovila, cada pessoa deverá se manter responsável pelo seu lixo, levando-o para a cidade quando do momento da partida. No albergue, há espaços específicos para a separação de lixo orgânico (que deverá ser descartado em espaço específico) e lixo seco.

A organização do Espaço e manutenção de sua limpeza é de responsabilidade dos hóspedes. Qualquer problema ou dúvida deverá ser reportado aos responsáveis do espaço, os moradores da Ecovila Pedro e Fernanda.

 

 

Na Ecovila Gamarra

A Ecovila Gamarra está localizada em Baependi, no Sul de Minas Gerais, estando 30km distante da zona urbana da cidade.

A chegada até a Ecovila depende do transporte que pode ser feito em carro particular ou através do ônibus rural, que parte de segunda a sábado* de Baependi para no bairro rural de Piracicaba, a 10km da Ecovila. De lá, o transporte para a Ecovila será feito a pé pela trilha ou pelos moradores da Ecovila.

Tal distância da zona urbana significa a indisponibilidade de lojas e mercados nas proximidades da Ecovila. Portanto, necessidades individuais e produtos de cuidado pessoal devem ser comprados com antecedência na cidade.

Além disso, não há sinal de celular na Ecovila. Qualquer necessidade de comunicação, porém, pode ser satisfeito em ponto de Wifi na comunidade e via telefone fixo em dia e horários estipulados pela equipe coordenadora. Sugerimos unir um detox virtual com terapia baseada em céu estrelado, banho de cachoeira e AMORas.

Para maior comodidade pedimos que tragam:

 

- Roupa de cama, toalha de banho e de rosto;

- Um bom calçado para caminhada e para colheita;

- Calças compridas e blusas de manga comprida, leves e resistentes para a colheita;

- Lanterna, capa de chuva, chapéu e protetor solar;

- Roupas leves, quentes e confortáveis;

- Um bom casaco para as noites serranas;

- Roupas de banho;

- Produtos de higiene pessoal (de preferência biodegradáveis);

- Repelente;

- Canga ou toalhas para sentar na grama (tapete de yoga, se tiver);

- Caderno ou bloco para anotações para alimentar durante esta experiência;

- Chinelo.

 

*Itinerário do ônibus rural: Baependi - Vilarejo de Piracicaba

- Seg a sexta: às 15h, exceto as quartas-feiras

- Sábado: as 14h

 

Informações:

35 999595421 - Carol whatsapp

35 4434 5600

Copyright © Espaço Lua Branca / All rights resrved to Espaço Lua Branca |  Ecovila Gamarra.